Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

“Generosidade gera prosperidade”, é o que acredita o presidente da Clamper, Ailton Ricaldoni, palestrante con-vidado para o almoço-palestra promovido pela ADCE-MG, no último dia 22 de agosto. O executivo Ailton Ricaldoni, di-retor-presidente e sócio fundador das empresas Clamper In-dústria e Comércio, Nanum Nanotecnologia e NOE – Novas Opções Energéticas, contou um pouco da trajetória, gestão e dos desafiosempresariais ao longo dos 26 anos à frente da Clamper. 

Fundada em 1991, a Clamper é uma empresa especializada na pesquisa, desenvolvimento e fabricação de DPS – dispositivos de proteção contra surtos elétricos, oferecendo soluções de alto desempenho e tecnologia para os diversos segmentos do mercado. Hoje, com 26 anos, a empresa é referência nacional, desenvolvendo produtos de alta tecnologia, resultantes de investimentos contínuos em soluções que atendam as necessidades do mercado.

A Clamper possui sua matriz em Lagoa Santa (região metropolitana de Belo Horizonte), onde possui um labora-tório próprio para testar seus produtos, atuando em todo o Brasil e em outros 15 países da América Latina, Europa, África, além dos EUA. Para Ricaldoni “a reciprocidade é um fato. O empreendedorismo com dignidade e uma visão de negócios apurada são capazes de criar várias oportunidades de onde não se espera, apenas pela boa vontade e bons propósitos,” disse.

Para ele, é fundamental que empresários e agentes públicos tomem suas responsabilidades como essenciais para o amadurecimento da sociedade. Ele ainda completa que, apesar das dificuldadesimpostas ao empreendedor brasileiro, não deve haver desânimo para fazer um país mais desenvolvido.

“A vida de quem quer empreender no Brasil não é fácil. Temos tributos altos, problemas de infraestrutura e um governo confuso. Há muitas razões para não se levar a cabo certos ideais. Mas, parafraseando John Kennedy, ‘se você agir com dignidade sempre, pode ser que não consiga mu-dar o mundo. Mas será um canalha a menos”, brincou.

Ricaldoni comentou sobre como a visão de dedica-ção ao outro e a busca pela inovação vem gerando bons resultados para a empresa. “Tínhamos internamente o pen-samento de que atingiríamos nosso auge quando a Clamper lucrasse pouco mais de R$ 1 milhão por ano. Hoje, fatura-mos R$ 5 milhões por mês e crescemos 16% em 2015, 19% em 2016, iremos crescer 50% neste ano e mais 40% em 2018”, concluiu.

Realizado mensalmente, em parceria com o Sistema FIEMG, por intermédio do SESI-DR/MG, o objetivo do almo-ço-palestra é proporcionar aos empresários e dirigentes de empresas elevar o conhecimento, adquirir informações, esti-mular o pensamento crítico e a constituir conexões práticas acerca de vários temas, em diversas áreas do saber.