Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Jornalista, advogado e administrador de empresa, Humberto Mota acabou se tornando dirigente empresarial de sucesso tanto na iniciativa privada como no setor público. Presidente da Dufry do Brasil desde 2006, data da aquisição da rede de free shop pela Dufry AG, e do seu Advisory Board, Humberto Mota ocupa também a Presidência do Conselho da Associação Nacional de Empresas Concessionária de Aeroportos Brasileiros (ANCAB) e é Vice-Presidente das Empresas Brasif.

 

Com grande representatividade nos meios empresariais, Humberto Mota preside o Conselho Superior da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) para qual foi reeleito recentemente. Anteriormente, foi Presidente da ACRJ por dois mandatos. É membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República (CDES), tendo sido reconduzido pela Presidenta Dilma Rousseff. Foi Presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico do Rio de Janeiro. Profissionalmente, iniciou sua carreira empresarial na Brascan como Assistente da Presidência, sendo, sucessivamente, Diretor-Adjunto de Desenvolvimento, Diretor Executivo, Vice-Presidente de Desenvolvimento Corporativo, Vice-Presidente Executivo e Vice-Chairman da Brascan Brasil e Presidente da Brascan Participações.

Entre as Medalhas e Condecorações que recebeu, uma das que mais o emocionou foi ter sido agraciado este ano, pela segunda vez, com o Título Personalidade Cidadania 2013 pela sua contribuição na melhoria das políticas sociais no Brasil. Iniciativa da Associação Brasileira de Imprensa, da Academia Brasileira de Filosofia e do Grupo Folha Dirigida, com votação direta e secreta por um colégio eleitoral formado por mais de 5000 representantes de diversos segmentos da sociedade. O prêmio reconhece o trabalho de pessoas e entidades que lutam para que a cidadania plena seja um direito de todos os brasileiros.

 

Uma liderança em expansão

“A Dufry está atravessando 2013 com a ampliação de sua liderança global no varejo de viagem, tanto nos mercados internacionais como no Brasil”, assegura Humberto Mota, presidente da Dufry do Brasil e do seu Advisory Board, ao comentar os resultados do primeiro trimestre do ano (2013), com o crescimento de 13,7% na receita líquida que alcançou R$ 1.580,2 milhões, para um EBITDA de 11,5%, representando R$ 182,5 milhões.”

Humberto Mota destaca o crescimento de receita nas regiões Europa, Oriente Médio, África/Ásia e EUA/Canadá, assim como no México e partes do Caribe. Os desempenhos no Brasil, Uruguai e Argentina, especificamente, permaneceram estáveis em relação aos últimos trimestres.

Essa liderança – acrescenta Humberto Mota – se fortaleceu com a aquisição do travel retail da Folli Follie, líder desse segmento na Grécia, com 111 lojas, mais de 18.000m² de área de varejo e um atrativo portfólio de concessões de longa duração. Em 2012, o negócio teve uma receita de EUR 300,3 milhões, com EBITDA EUR 83,7 milhões e margem de 27,9%. No geral, a empresa gera mais de 80% do seu volume vendas com clientes internacionais, entre os quais alemães e britânicos foram os visitantes mais importantes.

Já no mercado brasileiro, o Presidente da Dufry do Brasil ressalta a importância do contrato com a GRU Airport, nova concessionária do Aeroporto Internacional de São Paulo, que levará a expressiva ampliação das lojas de embarque e desembarque, a partir do segundo semestre:

“A loja do desembarque vai passar de 1.500 metros quadrados para 3.400 metros quadrados. No embarque, de 410 metros quadrados para 1.100 metros quadrado. O projeto é da mais conceituada empresa de design de lojas duty-free do mundo, a inglesa JHP. Vamos ter as principais marcas internacionais, lojas dentro de lojas e um espaço seguro para deixar a bagagem. E vamos adotar soluções tecnológicas para melhorar o controle e a rapidez na devolução, aquela senha de papel não existirá mais”.

O dirigente brasileiro aponta Guarulhos como a maior operação da Dufry no mundo, não em tamanho, mas em volume de vendas, e comenta as características do mercado nacional: “O brasileiro é apontado como o terceiro maior consumidor de varejo de viagem do mundo e parte disso pode ser explicado pelo nosso duty-free de chegada. O Brasil foi pioneiro em lojas no desembarque, criadas no final dos anos 70. Antes, os duty-free ficavam só no embarque. Hoje, são quase cem países com duty-free na chegada”.

“Quanto ao turismo de estrangeiros – continua Humberto Mota – o Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer. A cidade de Alicante, na Espanha, recebe 10 milhões de turistas por ano. Só ela já recebe mais estrangeiros do que o Brasil todo. Com investimentos e aeroportos mais modernos, isso vai melhorar. E temos eventos importantes. Já neste ano, Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, em que se esperam mais de 500 mil jovens. Isso sem falar em Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas em 2016. Teremos um salto no turismo brasileiro”.

Humberto Mota indica ainda outros fatores para uma previsão otimista para o 2º semestre, como o contrato assinado com a concessionária Aeroportos Brasil, no Aeroporto de Viracopos, para a abertura de lojas francas, com a duração de dez anos, o que demonstra a boa expectativa da Dufry com relação ao crescimento do número de voo internacionais, e consequentemente, de passageiros.

A Dufry Sports, especializada em artigos esportivos, também se encontra em fase de expansão com a abertura de lojas próprias, nos aeroportos domésticos de Congonhas e Santos Dumont, ao mesmo tempo em que consolida sua presença no mercado:

“Depois de 6 anos participando dos grandes eventos esportivos no Brasil, a Dufry Sports vai operar as Lojas de Produtos Oficiais da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013™ e da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014™, com estandes de venda em todos os estádios dos dois eventos, tanto este ano como em 2014, segundo contrato assinado com a Globo Marcas, Master Licenciada no território brasileiro, que prevê ainda abertura de lojas tanto em aeroportos como em áreas públicas das cidades-sede”.

 

O Presidente Humberto Mota historia a trajetória da marca:

“O marco inicial foi nos Jogos Panamericanos Rio 2007 com as 72 lojas espalhadas por todas as instalações do evento e uma megaloja na Praia de Copacabana. Na ocasião foram vendidos mais de 500 produtos licenciados. A partir de então, a Dufry Sports marcou presença como loja oficial de outros grandes eventos esportivos, como a Stock Car (maior categoria de automobilismo no Brasil), os Jogos Mundiais Militares Rio 2011, no Novo Basquete Brasil – NBB e em uma série de corridas de rua, como a São Silvestre, a Maratona de São Paulo, a Meia Maratona do Rio e a Volta da Pampulha”.

Humberto Mota acentua a valorização das marcas de produtos nacionais, com a instalação nos free shops das lojas Do Brasil: “um projeto arrojado estabelecido em uma base sólida, construída através de investimentos significativos em análises e pesquisas sobre os hábitos culturais e costumes dos diversos tipos de clientes, bem como o seu comportamento de compra, em um modelo de negócios diferenciado, com a venda de produtos brasileiros voltados para clientes estrangeiros”.

O Presidente da Dufry do Brasil apontou o respeito ao cliente como base da política de relacionamento, traduzida em qualidade, preço, garantia e serviço. Lembra que a empresa foi pioneira no Brasil ao estabelecer esse serviço em 1989, um ano antes da implantação do Código de Defesa do Consumidor:

“A Dufry continua inovando sempre e assim surgiu o Serviço de Atendimento Global ao Cliente (Global Customer Services) para todos os clientes Dufry espalhados nas cinco regiões do mundo em quatro línguas: português, francês, inglês e espanhol, através de toll free disponível em 23 países, email ou chat (atendimento on line)”.

Humberto Mota adianta que a reorganização interna já está implementada e que a nova estrutura logística está em desenvolvimento devendo se consolidar até o meio de 2014, centralizando as operações em duas plataformas uma nas Américas para aquelas regiões e outra na Europa incluindo a África e Ásia, dando um importante impulso para o crescimento contínuo da produtividade e da margem bruta em um futuro próximo.

Presidente do Conselho Superior da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Humberto Mota, analisa os problemas de infra-estrutura do país em um cenário de médio prazo:

“Não há dúvida que os nossos gargalos estruturais, o chamado Custo Brasil, têm grande impacto na economia chegando mesmo a impedir um maior desenvolvimento que poderia ser alcançado, devido as condições que o país dispõe. No entanto, o que se observa é uma grande preocupação do governo com o problema, o que vem levando a uma política de parceria com a iniciativa privada. Assim, temos a aceleração de concessão de rodovias e ferrovias, a definição das principais concessões aeroportuárias e, recentemente, a aprovação da Lei dos Portos que, é o consenso, trará grandes resultados e estimulará a concorrência para a solução de um problema de longa data”.

 

Um padrão em muitas culturas

“Pense Globalmente, Aja Localmente”

Sob esse lema, a Dufry se globalizou pela sua capacidade de se adaptar a países de diferentes culturas, dispondo de uma plataforma tecnológica de base de dados para padronizar informações e uma logística que permite o controle e a movimentação de um estoque de 200 milhões de itens por ano, abastecido por mais de mil fornecedores.

Com uma estratégia baseada no crescimento orgânico, aquisições e novos projetos, a Dufry vai longe para estar perto dos seus clientes, buscando vendas em terra, mar e ar, com lojas em centros urbanos, aeroportos domésticos e internacionais, navios de cruzeiros, ferry boats, estações de trens, aviões, além de compras on-line. Em 2008, foi incorporado o Hudson Group, com cerca de 550 lojas.

Esse foco geográfico abrange três principais áreas: mercados emergentes, destinos turísticos e varejos de viagens. Em síntese, uma estratégia baseada em assegurar que a experiência da compra seja a mais gratificante possível através da pesquisa constante sobre o perfil de clientes de diversas partes do mundo, adaptando lojas e pontos de vendas a esses costumes e mantendo um sistema de comunicação constante com eles.

A Dufry AG é líder global em varejo de viagem, operando mais de 1.200 lojas duty free e duty paid em aeroportos, navios de cruzeiro, portos, estações de trem e áreas turísticas localizadas no centro das cidades.Emprega mais de 14.000 pessoas de 70 nacionalidades e conta com mais de 1.500 fornecedores. A Empresa, com sede na Basileia, Suíça, atua em 45 países na Europa, África, Eurásia, América Central & Caribe, América do Sul e América do Norte.

A Dufry opera em 15 aeroportos brasileiros com um total de 58 lojas, entre terminais internacionais e domésticos tendo ainda loja de rua, na sede do Rio de Janeiro. São 34 lojas duty free em 11 aeroportos internacionais e outras 23 duty paid em terminais domésticos. Assim, a marca está presente nos aeroportos do Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Campinas (Viracopos), Confins/MG, Brasília, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Salvador, Florianópolis, Natal, Fortaleza e Belém.

Fundada em 1865 sob o nome de família Weitnauer com uma loja de tabaco na Basiléia Suíça, a Dufry, hoje globalizada, consegue adaptar seus negócios a quaisquer espaços e oportunidades, um conceito que a levou ao topo dessa indústria em vendas e rentabilidade.

No Brasil desde 2006 a Dufry mantém essa tradição com a liderança no continente, consolidada pelo prêmio DFNI Awards como “Melhor Operadora das Américas”, conquistado por cinco vezes.